/// Tecnologia

Brasil é Líder na Aplicação de IA na América Latina

Brasil desponta liderança no uso da IA transformando positivamente a rotina das organizações

Data de Publicação: 13/06/2024

O Brasil ocupa o topo no ranking dos países latinos que mais investe em recursos de IA no cenário corporativo.

De acordo com o relatório The Growth Report 2023: AI edition , o Brasil é líder na adoção de Inteligência Artificial na América Latina, com 98% das empresas experimentando e aplicando a tecnologia em seus canais de marketing.

A pesquisa consultou 2.450 líderes empresariais de diversas partes do mundo como Estados Unidos, Alemanha, França, Reino Unido e Austrália. Todos eles, devidamente ambientados com as estratégias de crescimento empresarial e direcionados às funções de marketing, UX, engenharia de dados, produtos e atendimento ao clientes em empresas B2B (Business to Business), com mais de 75 funcionários.

Além de ranquear os países que mais aplicam a IA, o estudo também identificou que, globalmente, 88% das organizações já aplicam os recursos de Inteligência Artificial nas ações de marketing e cerca de 54% desejam investir ainda mais em campanhas alimentadas pela IA no futuro.

Segundo 90% das lideranças entrevistadas, os recursos poupam tempo e custos às organizações.

O Impacto dos Chatbots

Ainda segundo o The Growth Report 2023, os chatbots de IA generativa (GenAI) são os recursos que mais impactam as lideranças de marketing. Não por acaso, eles se estabeleceram como as ferramentas mais buscadas para o uso da IA no contexto corporativo.

Entre as lideranças entrevistadas, 38% afirmaram que recorrem aos chatbots nos projetos de marketing. Além disso, 34% dos líderes manifestaram o desejo de ir além dos chatbots e explorar os modelos de IA utilizando os dados dos clientes, como uma tentativa de agregar maior capacidade de personalização às campanhas de marketing.

A Qualidade dos Dados

O relatório destaca, ainda, a importância da qualidade dos dados para o sucesso das iniciativas de Inteligência Artificial (IA). Conforme os dados coletados, 40% das empresas entrevistadas relatam enfrentar dificuldades significativas em seus processos, devido à falta de qualidade nas estruturas tecnológicas ou nos próprios dados.

Esses desafios evidenciam o quanto os dados relevantes e precisos podem potencializar a maximizar (ainda mais!) as aptidões da IA.

71% dos líderes entrevistados acreditam que os recursos de IA seriam consideravelmente mais úteis se tivessem acesso a dados de maior qualidade. 

Isso indica que, apesar dos avanços tecnológicos, a qualidade dos dados ainda é uma barreira significativa para a implementação efetiva de soluções de IA.

De fato, empresas que investem na melhoria de suas estruturas de dados e garantem a precisão e a relevância das informações tendem a colher maiores benefícios e a obterem insights mais valiosos de suas iniciativas de IA.

A Privacidade do Consumidor

Falando em dados,  ignorar a importância da privacidade das informações, principalmente, aquelas concedidas pelos consumidores de uma empresa, definitivamente, não é uma escolha para os negócios que desejam sobreviver e prosperar em um mercado cada vez mais digitalizado. 

Segundo o relatório, 66% das lideranças acreditam que os seus clientes aprovariam o marketing aprimorado pela Inteligência Artificial, desde que essa integração viabilizasse um tipo de serviço superior. 

Por outro lado, 28% dos líderes se mostraram preocupados em relação à privacidade dos dados associada à aplicação da IA.

Mas, Como Agir Diante Dessas Preocupações?

A maioria das organizações (85%) acredita que a prioridade atual é desempenhar um melhor processo de captura e aproveitamento das informações, garantindo que todos esses esforços gerem bons frutos e contribuam para a atração, o envolvimento e a retenção de clientes.

Para isso, é necessário que as organizações priorizem a qualidade dos dados mais do que vêm priorizando a IA.

O Papel da Governança de Dados

A Governança de dados é um conceito que promove uma base sólida para que as ferramentas utilizadas gerem valor nas tomadas de decisão corporativas. 

Na prática, abrange o estabelecimento de procedimentos, políticas, encargos e responsabilidades, com o objetivo de assegurar a qualidade, a segurança e a integridade dos dados coletados e armazenados.

Em uma realidade em que o volume de dados cresce exponencialmente em vários ambientes, é indispensável estabelecer normas e diretrizes de coleta, armazenamento, acesso e compartilhamento, garantindo a conformidade dos processos com as regulamentações vigentes. 

Nesse contexto, a Governança de Dados tem como objetivo assegurar o gerenciamento adequado de todas as informações, bem como sua disponibilidade aos usuários, utilização otimizada e segurança garantida.

Com a aplicação do conceito, os negócios conseguem prevenir riscos, aperfeiçoar a utilização dos ambientes, aumentar o desempenho da equipe, obter análises mais assertivas e conquistar mais economia, tanto em relação aos processos, quanto aos recursos.

Capacitação em Ética e IA - Para Já!

É certo que, para que os profissionais consigam lidar com as máquinas extraindo todo o potencial que elas têm a oferecer, precisam, sobretudo, de expertise e capacitação.

Nesse cenário, a qualificação, bem como o preparo contínuo dos recursos humanos, é uma estratégia decisiva para implementar e manter a ética durante a aplicação da inteligência artificial. 

Para isso, as empresas devem investir em uma cultura de aprendizado, com reuniões, diálogos e programas de capacitação, para garantirem que os seus colaboradores acompanhem e se adaptem à evolução tecnológica. 

Esse é o único caminho viável para certificar o desenvolvimento e a utilização adequados da IA levando em conta fatores como privacidade, transparência, proteção e viés algoritmo. 

Além de uma obrigação, a manutenção da ética também é uma vantagem competitiva indispensável para que os negócios conquistem a credibilidade dos clientes.

#Dica Extra: Invista em Cloud Computing

O cloud computing, também conhecido como “computação em nuvem”, é uma solução moderna e segura, que viabiliza a manutenção e o gerenciamento de todos os dados e informações de uma empresa em servidores externos, armazenados em backups e disponibilizados por uma rede.

Na era da Inteligência Artificial, em que os processos se tornam cada vez mais automatizados, a nuvem se estabelece como uma aliada ideal para governança de dados.

Ao adotar o cloud computing, uma organização permite que seus dados sejam arquivados e compartilhados por meio da internet. 

Além disso, a tecnologia inclui configurações de privacidade que integram arquivamentos sigilosos e resguardam todos os dados sensíveis dos usuários, garantindo conformidade com as regulamentações de proteção de dados.

Por isso, investir na computação em nuvem é uma maneira segura de armazenar os dados e disponibilizá-los, de forma personalizada, evitando assim a perda ou o extravio de arquivos e documentos importantes.

Caso queira compreender com mais profundidade a transformação gerada pela computação em nuvem e encontrar formas de aplicá-la na sua empresa para descomplicar os processos e torná-los mais seguros, entre em contato com o time de especialistas da CodeBit e descubra todas as soluções personalizadas disponíveis para você! 

Até o próximo post!


Envelope fechado

Assine nossa Newsletter

Receba nossos conteúdos