/// Tecnologia

Qual sistema operacional é mais adequado para o seu desenvolvimento?

Saber analisar e definir qual o melhor sistema operacional é fundamental para a produtividade e o desenvolvimento de uma equipe. Descubra qual é o ideal para você!

Data de Publicação: 11/05/2022

Estamos vivendo o ápice da era digital. Com tantas possibilidades, inovar, automatizar e digitalizar processos é quase uma obrigação das pequenas, das médias e das grandes empresas.

Para isso, os gestores podem contar com uma ampla variedade de opções a fim de suprir as demandas corporativas, como acessórios, ferramentas de trabalho e sistemas operacionais como Linux, MacOS e Windows.

Sem dúvidas, saber analisar e definir qual o melhor sistema operacional é fundamental para a produtividade e o desenvolvimento de uma equipe. Afinal, cada uma das opções listadas acima apresenta características e funções que atendem a diferentes necessidades. Além disso, possuem interfaces distintas, sendo algumas mais simples, outras mais complexas. Diante desse fato, a habilidade exigida para utilizar cada um deles varia de acordo com a dificuldade da execução.

O Windows, por exemplo, é o sistema operacional mais utilizado no mundo. Por isso, conta com um software mais simples e de fácil usabilidade. O mesmo não ocorre com o Linux e com o MacOS, que demandam conhecimento mais aprofundado por parte dos usuários.

Portanto, saber as diferenças entre os sistemas é muito importante para identificar a melhor escolha de acordo com a realidade da sua empresa e com os processos executados pela sua equipe.

Se você tem dúvida sobre qual sistema é o mais indicado para o seu negócio, siga com a leitura e acompanhe o artigo que a equipe do blog da CodeBit preparou para você.

 

Por que padronizar serviços é importante?

De fato, mesmo depois de fazer uma ampla pesquisa sobre os sistemas operacionais mais utilizados, observar as características e as diferenças entre cada um e identificar os atributos que podem gerar impacto positivo à empresa ainda podem existir dúvidas – o que é totalmente natural.

Contudo, é preciso ter em mente que padronizar os processos e utilizar o mesmo sistema operacional em todos os setores é muito mais indicado para integrar as equipes do que implementar diferentes sistemas em cada um dos setores.

A partir da padronização é possível:

  • oferecer a mesma assistência técnica para todos os colaboradores;
  • garantir a aquisição de peças de um único fornecedor;
  • dispor de mais facilidade na cotação de preços e reparos;
  • integrar todo o setor de TI.

 

Qual sistema operacional é mais adequado para o seu desenvolvimento?

No momento de decidir qual sistema operacional é o mais indicado, várias questões devem ser levadas em conta.

Por exemplo, se a sua empresa está localizada em um prédio que possui catracas de acesso, o ideal é que o software para a portaria seja compatível com o sistema operacional adotado.

Mas, mais importante que o tamanho do seu empreendimento são as funções que deverão ser executadas pelo sistema. Para isso, é interessante analisar quais são as tarefas diárias da companhia, onde existe sobrecarga, qual o volume de dados, a complexidade dos serviços prestados, entre outros fatores. A partir desses pontos, fica mais fácil definir a melhor alternativa.

 

Como as empresas utilizam um sistema operacional?

Considerando que o sistema operacional é o software mais importante de um computador e que é ele quem possibilita a execução dos outros programas e o cumprimento das funções, é certo que, para escolher o ideal para um empreendimento, é necessário pontuar diversos aspectos.

Uma empresa do ramo de eventos, por exemplo, provavelmente, será encontrada a partir de pesquisas relacionadas a "aluguel de som de festa” e terá uma demanda voltada especificamente para essas necessidades.

Nessa situação, a rotina de serviços será baseada em locações de caixas de som, cabos e vários outros equipamentos, além da transação de dados financeiros e pessoais. Esses processos exigem um sistema operacional capaz de executar uma funcionalidade diferente de outras situações.

O mesmo ocorre quando um usuário pesquisa por “paisagismo para fachada” e encontra páginas de serviços que incluem um tráfego de dados voltado completamente para esse tipo de rotina de atendimento. Ou seja, por mais que o mesmo sistema operacional tenha capacidade para atender diversos tipos de estabelecimentos, cada um tem necessidades ímpares, que não podem ser ignoradas.

Nesse cenário, o Windows proporciona um bom custo-benefício, atende às condições de segurança e interface, oferece fácil manuseio e recursos simples, que podem ser facilmente acessados pela equipe de TI e por outros colaboradores.

Em contrapartida, o Linux, por mais que seja gratuito e adaptável, não é tão popular, justamente por conta da utilização, que é significativamente mais complexa. Por esse motivo, é mais indicado para profissionais que dominem os sistemas operacionais.

Por fim, o MacOS é muito apropriado para quem está disposto a desembolsar uma boa quantia para garantir excelente funcionamento da interface, dos programas e softwares. Entretanto, é importante mencionar que, caso haja necessidade de reparos ou manutenções, encontrar uma assistência técnica confiável pode ser um pouco mais difícil.

 

Conclusão

Enfim, esperamos que esse artigo tenha ajudado a esclarecer a importância de escolher um bom sistema operacional e identificar os principais atributos das opções mais populares do mercado.

Se essas informações foram úteis para você, continue de olho no CodeBlog e não perca nenhuma notícia, dica e atualização sobre o universo tecnológico e corporativo.

Um grande abraço e até o próximo post!

Envelope fechado

Assine nossa Newsletter

Receba nossos conteúdos