/// StartUp

Edtechs: o que são, como funcionam, qual a importância?

Muitas pessoas ainda não sabem o que são as edtechs, quais são os seus propósitos e como elas funcionam. Pensando nisso, criamos um artigo especial para manter você.

Data de Publicação: 12/12/2022

As edtechs são startups focadas em facilitar o acesso à educação, sendo que que têm ganhado cada vez mais destaque no mercado mundial. Prova disso é que, de acordo com estudo da Abstartups - Associação Brasileira de Startups, esse é o maior segmento entre as startups brasileiras, correspondendo a uma fatia de 13% de entre todas as empresas com propostas inovadoras.

Por serem relativamente novas, muitas pessoas ainda não sabem o que são as edtechs, quais são os seus propósitos e como elas funcionam. Pensando nisso, criamos um artigo especial para manter você, leitor(a), sempre informado(a) sobre as maiores tendências relacionadas à inovação.

Siga com a leitura e saiba mais sobre as edtechs no post que a equipe do Codeblog preparou para você.

O que é uma Edtech?

Originada do inglês Educational Technology, a expressão edtech engloba as empresas com propostas inovadoras que atuam no setor educacional oferecendo uma série de soluções que envolvem gamificação, inteligência artificial, experiências imersivas e muito mais. Além disso, por serem startups, por norma, essas organizações precisam apresentar um modelo de negócios escalável.
Ao contrário do que muita gente pensa, as startups de educação não precisam limitar os seus produtos e serviços para o ensino ou a aprendizagem. Elas também podem voltar os seus processos à otimização da gestão e administração das instituições de ensino, ao desenvolvimento de recursos de marketing para escolas e universidades, ao oferecimento de soluções educacionais para empresas e muito mais.
As múltiplas possibilidades de atuação permitem que essas organizações utilizem as mais diversas plataformas e ferramentas para desenvolver soluções inovadoras. Como resultado, o trabalho das edtechs consegue reduzir custos por conta da digitalização, oferecer experiências personalizadas para os alunos e propulsar o aprendizado de maneira mais dinâmica e acessível, de acordo com os talentos e as limitações individuais de cada estudante.

Como funcionam as Edtechs?

Por mais que todas as edtechs pertençam ao setor educacional, o modo de funcionamento de cada uma depende do segmento do qual faz parte.
Segundo levantamento da Abstartups, 50% das edtechs operam como SaaS (Software as a Service).
Geralmente, as empresas que trabalham com o SaaS oferecem soluções tecnológicas por meio da internet, como um serviço.
Nesse contexto, as edtechs disponibilizam plataformas com login e senha para possibilitar o acesso dos usuários aos conteúdos. Nesse tipo de ambiente de aprendizagem, os alunos têm acesso às videoaulas e aos materiais de apoio e podem escolher entre desenvolver as atividades de maneira individual ou coletiva.
Com o auxílio de ferramentas tecnológicas, baseadas na inteligência artificial, essas plataformas conseguem identificar se os alunos apresentam dificuldades na aprendizagem e, então, oferecer dados precisos e insights para auxiliar os professores na tomada de decisões.

Quais são os objetivos das Edtechs?

Em resumo, o maior propósito das edtechs é promover novas formas de aprendizagem que considerem a realidade atual da sociedade e que sejam adequadas às demandas do mercado.
A partir da tecnologia e da inovação, elas incentivam o aprendizado contínuo de diferentes públicos.
Ou seja, qualquer pessoa que tenha interesse em determinado tema ou assunto pode recorrer às tecnologias para intensificar o seu conhecimento, independentemente da idade ou do momento da vida. Exatamente por esse motivo, as edtechs disponibilizam formatos e processos variados e personalizados, feitos para se adaptarem às demandas, aos objetivos, às dificuldades e às habilidades dos estudantes, tornando-os protagonistas do próprio ensino e ajudando a tornar o aprendizado mais profundo e significativo.

A importância das Edtechs

Com as edtechs, os estudantes têm acesso a um processo de aprendizado mais prático e eficiente, sem limitação ao ambiente educacional. Elas proporcionam aos alunos uma maior liberdade geográfica e de tempo.
Além disso, esse formato também desperta maior interesse pelo aprendizado, totalmente diferente do contexto tradicional, até porque, elas garantem o acesso à informação em apenas um clique. Outra vantagem é que as plataformas são capazes de conectar seus usuários com dados precisos, muitas vezes em tempo real.
Por conta dessas características, as edtechs vêm engajando principalmente o público jovem, que busca por soluções criativas e métodos capazes de facilitar o aprendizado.

Enfim, leitor (a), gostou de saber mais sobre as edtechs e como elas podem transformar o processo de ensino e aprendizagem?

Se esse artigo foi interessante para você, continue de olho no Blog da Codebit e não perca os próximos conteúdos. Sempre abordamos temas diversos voltados à tecnologia, às soluções inovadoras, ao mercado de trabalho, ao terceiro setor e muito mais!

Um grande abraço e até o próximo post!

Envelope fechado

Assine nossa Newsletter

Receba nossos conteúdos