/// Educação

Tecnologia na educação: o impacto, as vantagens e os desafios

Confira um panorama geral sobre o potencial, o impacto e os desafios para a implementação da tecnologia como facilitadora da educação.

Data de Publicação: 28/06/2021

Qualquer profissional de ensino que se mantenha atualizado sobre as maiores tendências da área sabe que a utilização da tecnologia na educação já é uma necessidade inadiável. Afinal, é impossível ignorar o quanto a digitalização impactou diretamente o ritmo das transformações sociais e mudou o comportamento e as expectativas de pais e estudantes em relação ao sistema de aprendizagem.
Entretanto, é preciso encontrar formas para que esse recurso seja empregado em sala de aula para aprimorar, efetivamente, o conhecimento dos alunos e as rotinas dos professores.
Isso porque, desde a chegada do quadro negro e de suas extensões (projetor, fotocopiadora e videocassete) o propósito do uso da tecnologia nas escolas era, justamente, dinamizar a apresentação das informações. De uns tempos para cá, graças à difusão dos computadores e das ferramentas interativas, a questão agora é outra: como acessar a informação.
Pensando nessa questão, elaboramos um panorama geral sobre o que é a tecnologia na educação, qual o seu impacto, suas vantagens e seus desafios. Siga com a gente e confira:

O que é a tecnologia na educação?

Graças ao impacto causado pela informatização, a maior parte das pessoas enxerga a tecnologia na educação como um processo de implementação de computadores, lousas digitais e gadgets nas escolas. Contudo, o uso de ferramentas voltadas à facilitação do ensino sempre foi um grande aliado do aprendizado. Um exemplo disso são as ferramentas citadas acima como projetores, fotocopiadoras, videocassetes e depois, aparelhos de DVD. Entretanto, a partir dos anos 2000, com a popularização dos computadores, as TICs (Tecnologias de Informação e Comunicação) passaram a impactar nossas vidas e logo se tornaram essenciais nos processos educativos.
Quando mencionamos as TICs, nos referimos à pluralidade de tecnologias que permitem a criação, a captura, o armazenamento, o recebimento e a transmissão de informações.
No contexto educacional, as TICs podem ser excelentes ferramentas para otimizar as técnicas e gerar resultados positivos.

Os impactos da tecnologia na educação

Não é novidade que, nos dias atuais, crianças com menos de dois anos já manuseiam smartphones para assistir desenhos. De fato, o contato com os recursos tecnológicos está surgindo, cada vez, mais cedo. Celulares, tablets e games compõem o cotidiano dos chamados “nativos digitais”. Diante desta realidade, as instituições de ensino devem se reinventar para atender às demandas do novo perfil de estudante, que é mais crítico, dinâmico e, principalmente, conectado. Entretanto, toda essa integração não é um processo simples para as escolas, já que a tecnologia no ensino deve ser bem planejada, de modo a focar na formação integral do aluno.
De acordo com pesquisa realizada pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais, mais de 70% dos jovens brasileiros utilizam a internet como auxiliadora nos estudos. Esse dado apenas fortalece o fato de que tecnologia e os alunos formam duplas inseparáveis.
Por isso, ignorar essa tendência pode provocar vários riscos às instituições de ensino e motivar, até mesmo, a perda de alunos.

As vantagens

Todos os benefícios trazidos pela tecnologia para as diversas esferas da sociedade atual se estendem, também, à educação.
Os recursos tecnológicos, quando bem aplicados, são verdadeiros facilitadores do acompanhamento do desempenho individual de cada aluno e permitem que o processo de aprendizado seja personalizado, de acordo com as facilidades e dificuldades de cada um.
Outra grande vantagem é que a tecnologia, de modo geral, estimula a autonomia do estudante e atua como um agente ativo na construção do conhecimento.
Além disso, a conectividade incentiva o trabalho em equipe a partir de atividades colaborativas e interativas, que tornam o aprendizado mais dinâmico.
As vantagens da tecnologia na educação não se limitam apenas aos estudantes.  Com ela, os educadores podem gerenciar tarefas burocráticas de formas simplificadas para tornar o trabalho mais prático.
Por fim, mas não menos importante, vale considerar que a mobilidade das TICs permite que o aprendizado aconteça de forma contextual e situada, já que a instrução pode ocorrer em qualquer lugar e a qualquer momento.
Nesse contexto, é inegável o quanto as novas tecnologias podem contribuir para o acesso universal à educação, reduzir a desigualdade e promover a equidade. Entretanto, vários desafios devem ser superados para que esses propósitos sejam atingidos.

Os desafios

Da mesma forma que a tecnologia na educação pode ampliar o acesso às informações, caso as ferramentas sejam aplicadas de maneira incorreta, podem intensificar ainda mais o abismo que separa a rede pública da rede privada de ensino.
Além disso, nenhum tipo de tecnologia, por mais elevada que seja, é capaz de substituir a ação do professor no processo educativo. Contudo, é essencial que esses profissionais sejam capacitados para utilizar e conduzir todos os recursos e ferramentas disponíveis. Portanto, é imprescindível que as escolas invistam na formação continuada de seus educadores, para que eles estejam aptos, não apenas para manusear as novas tecnologias, mas também para desenvolver práticas que tornem as aulas mais dinâmicas, mais próximas da realidade dos alunos.
Levando em conta o mundo totalmente dinamizado em que vivemos, marcado por constantes mudanças, a tecnologia na educação é um verdadeiro divisor de águas que pode ser a chave para formar cidadãos mais informados, críticos, autônomos e participativos.

Enfim, gostou de saber mais sobre a importância da tecnologia na educação? Continue de olho no Codeblog e acompanhe todas as notícias e tendências do universo tecnológico.

Um grande abraço e até mais!

 

Envelope fechado

Assine nossa Newsletter

Receba nossos conteúdos